Entre pinguins e a Educação Popular

    A educação popular tem essa habilidade de fazer encontrarmos algumas coisas que estavam esquecidas. Comecei a frequentar a comunidade e ver os artesanatos de biscuits das artesãs da Barra. E eu comecei a lembrar de quando aprendi a fazer algumas florezinhas de biscuit com a minha tia para decorar as casquinhas de páscoa que eram vendidas depois para ajudar a APAE a juntar fundos.
    Certo dia tomei coragem e pedi um pouco daquela massinha para tentar fazer um artesanato com as artesãs. E vim escondida em casa tentar fazer modelar algumas coisas e surgiram pinguins! Pinguins de capuz e tomando chimarrão. 

Meus pinguins
     O mais legal disso foi sermos convidados para o aniversário da Suzana, a líder do grupo das artesãs da Barra, e compramos uma cuia de presente para ela e eu coloquei meu pinguim dentro da cuia como um presente também. Quando ela abriu e viu a cuia achou legal, mas quando encontrou o pinguim deu grito de alegria: “Ah! Olha que lindo o pinguim da Mayara” e veio me dar um abraço.

Festa de aniversário da Suzana. Foto: Arnildo Dutra de Miranda Jr
    Nesse dia tinha levado minha mãe para conhecer as artesãs. E aí descobri da onde surgiram os pinguins com risos da minha mãe, da Suzana e dos meus colegas da Liga de Educação em Saúde, ela lembrou que eu havia quando pequena modelado 150 Pokémons (aqueles do desenho animado).  E que eu adorava fazer isso quando criança.

Eu e os 150 Pokémons
    É fantástico como a EP nos permite essa redescoberta. Ou os novos aprendizados como a Jéssica uma extensionista que começou a frequentar o grupo de artesanato da Barra e ensinou durante o trajeto do centro até a Barra como fazer um leão-marinho de biscuit. Claro que os nossos leões-marinhos pareciam qualquer coisa, menos um leão-marinho. E foi muito interessante percebermos como não conseguimos fazer um leão-marinho como o da Suzi, e podermos aprender, assim como elas na última reunião puderam aprender sobre tireoide.
    E assim seguimos, entre pinguins, biscuit, e educação popular. Porque são nos detalhes que se faz a ensinagem.

Voam abraços,
Mayara Floss



Comentários

As mais vistas