1º Hangout da Rua Balsa das 10



               Uma das coisas gostosas que descobri em fazer um hangout é poder ouvir a voz das pessoas. Aquilo que nem sempre dá para sentir tão claramente em um texto. Os nossos sotaques, a forma de falar de cada um: um peruano com sotaque carioca, um mineiro com cara de paraibano, um paranaense que vive na Bahia e, eu, uma catarinense que parece gaúcha (e a Amélia que não pode participar que é uma cearense que mora no sul). Eu tentei fazer para esse hangout uma abertura, que mostrasse um pouquinho do que era a “Rua Balsa das 10”, numa linguagem um pouco diferente das palavras. Quem quiser pode conferir no youtube: 



              Mas acabou que esse vídeo não conseguiu aparecer no ar antes de começar a transmissão. Logo no começo do hangout fiquei um pouco apreensiva e a minha tendência de tentar manter as coisas organizadas com uma pauta, certamente atrapalharam o andamento, principalmente do começo. Principalmente porque a ideia era uma conversa entre amigos, e não uma videoconferência, mas acredito que depois fluiu melhor. Mas foi interessante perceber cada um falando da sua casa, o Ernande que falando de Dias D’Ávila - BA; o Júlio falando do Rio de Janeiro - RJ; o Eymard falando de João Pessoa - PB e eu falando de Rio Grande - RS. 
Localização dos Balseiros enquanto acontecia o Hangout
                Parece que estávamos pertinho mesmo tendo mais ou menos 7357 km (pelo googlemaps) nos dividindo (no caso eu que estou em uma ponta do Brasil e o Eymard que está praticamente na outra). Foi legal podermos ter uma conversa “ao vivo” sobre a Rua Balsa das 10, porque para embarcar na balsa, confiamos um no outro e fomos construindo o trajeto da balsa. Muitas vezes sem conversar sem trocar olhares, porém: em meio a palavras, imagens, educação popular e amizade. Dialogando sem som, mas com voz. 

             É interessante, para mim, pensar que cada um está em um ponto do seu trajeto da Educação Popular, e podermos conversar livremente sobre a Balsa e sobre tudo o que cabe dentro dela. A Rua Balsa das 10 como o Júlio falou do “respeito e admiração mútua” que nos envolve e embala neste mar e caminho da balsa, e "apesar de estarmos na água, estamos voando" – como falou a Amélia. Quando tiverem mais espectadores online,os questionamentos e a possibilidade da transmissão ao vivo irá dinamizar  mais os hangouts. Acredito que para um primeiro Hangout o conteúdo já foi muito interessante, mesmo tendo as questões organizacionais envolvidas.  Quem quiser assistir segue aqui o 1º Hangout da Rua Balsa das 10 (sem edições):



               E aqui está a versão editada que o Ernande construiu apenas com o som do hangout,  a produção tem até trilha sonora. Além de demorar apenas 40min e não 1h30min como o hangout. Ficou muito legal, com o tempo vamos aperfeiçoando mais. 


Voam abraços,

Mayara

Comentários

As mais vistas