Noite Feliz


The Starry Night - Vicent Van Gogh

“Noite feliz! Noite feliz!
Oh, Senhor, Deus do amor
Pobrezinho nasceu em Belém
Eis na Lapa Jesus nosso bem
Dorme em paz, oh, Jesus
Dorme em paz, oh, Jesus (...)”



- Como a senhora está?

- Estou bem, só quero ir para casa, logo é natal e temos que ensaiar para o Natal.

- É mesmo D. L. ...

- Sim, eu canto no coral e ela também – apontando para a acompanhante.

- Quais músicas vocês cantam?

- Ah várias...

- Cantam noite feliz?

- Sim...

E começamos a cantar na enfermaria do hospital por volta das 21 horas um mês antes do Natal Noite Feliz. Ela estava sem levantar da cama há dias, com o oxigênio e começou a cantar em alto e bom som Noite Feliz.

Na enfermaria cheia, com os cinco pacientes em seus leitos, seus acompanhantes, todos cantaram Noite Feliz sorrindo, dona L. era a maestra da noite com sua voz rouca e afinada.

Quando terminamos eu estava com os olhos cheios d’água e ela bateu na minha bochecha com um sorriso e uma vibração contagiante, como quem diz: “ensaiei para o Natal”. A acompanhante dela saiu do quarto emocionada para me abraçar.

Quando fui visitá-la no dia seguinte ela estava em um sono tranquilo, seguiu assim pelos próximos três meses, até que se foi como um sopro e uma canção.

Abraços que pousam,
Mayara Floss

Comentários

As mais vistas