Quando o corpo diz "pára" [Julio Wong Un]


3 semanas
20 dias
17/02 a 10/03
32 caixas enormes
300 kilos de livros e papéis doados
6000 km ida e volta
pelo menos uma refeição deliciosa por dia


selecionar relembrar resguardar decidir
dias de nunca olvidar com a mãe
reencontros
primos e tios
paisagens

jeitos toscos rudes malcriados dos lojistas
carros e ônibus destartalados e suicidas

sabores que não acabam
a ternura enorme dos meus
da filha Paula
dos amigos de sempre 
de Jorge y Meche
de Raúl Jorge y Fernando
de Mario Silvia Lília Ramiro Francis Cesar 
dos meus irmãos atrapalhados 

a confusão de vida de todos incluindo eu
cegueira e esperança
reordenar
respirar
recordar
chorar com luzes e canções.

Desembarcando veio
a ressaca de todo o vivido
no fundo da alma brilhante
e
a alegria
combinou-se com o esgotamento do corpo
que disse baixinho

pára um tempo
respira
sente que nada foi sacrifício
mas sim oferenda




Comentários

As mais vistas