Alquimia [julio wong un]

Foto: Amélia. Natal. 



Dizer (se)
Calar (se)
Descobrir (se)
Encenar (se)

No meio de tudo abaixar a vibração ao nível quântico imperceptível 

Fazer do vento um sopro prévio ao beijo
Amarrar uma esperança de carícia 
Ao sentido último de borboleta ou papelote dobradura ave de papel 

Destinar 
Cartas esquelas cortes de deserto
Um punhado de areia do Atacama 

Transmudar calles en rocas 
Espíritus nobles en papeles mofados 

Em esquela rosa se espinar 
Em música brega se ninar 
En cumbia porro salsa bolero se amar

Acrobacias de palavras 
Ou frases adormecidas aconchegadas 
No colo saudado 
No aroma no calor na simplicidade do que realmente existe. 

Transmudar (se) em si mesmo. 
Encontrar-se na saliva suave que é um presente vindo de ti. 


[jwu pública no r Balsa 10 às 2as]




Comentários

As mais vistas